COGERAÇÃO A GÁS NATURAL, TÉRMICA E ELÉTRICA

TRANSFORMAÇÃO DO SISTEMA TÉRMICO TRADICIONAL PARA GERAÇÃO QUALIFICADA, REDUZINDO O VALOR DO GÁS NATURAL DIRETAMENTE NA CONTA DA CONSECIONÁRIA NA TARIFA DE GÁS INDUSTRIAL PARA A TARIFA DE COGERAÇÃO, E GERANDO ENERGIA ELÉTRICA SEM AUMENTAR O CONSUMO DE GÁS NATURAL.

Vista da turbina TS-25 em cogeração qualificada antes da caldeira

– Redução de 20 até 46% do valor do gás natural diretamente na conta, dependendo do Estado da Federação e vazões consumidas, com a implementação de COGERAÇÃO QUALIFICADA, conforme Resolução Normativa da ANEEL – Agência Nacional de Energia Elétrica 235 de 2006, sobre energia qualificada, a qual define e delimita os padrões de cogeração.

– Implantação de sistema automatizado, gerando energia elétrica e térmica ao mesmo tempo, utilizando caldeiras, motores a gás natural, estufas ou fornos existentes, ou a implantar

– Pequena área utilizada para o skid do sistema de cogeração

– É adicionado ao sistema tradicional o sistema de turbo geração a gás em energia e recuperado o calor nos processos tradicionais existentes na empresa, aumentando a eficiência do sistema duplo e reduzindo o valor do gás natural, nos sistema da ANEEL para geração qualificada

– Automação completa

– Injeção da energia elétrica diretamente na rede on grid, ou off grid se for o caso de sistema isolado

– Baixa manutenção. Dez vezes menos que um motor a explosão

– Custo de investimento reduzido e de curto prazo de retorno

– Redução direta de custo de combustível

– Ademais reduz-se significativamente a emissão do fluxo de gases do efeito estufa pois a combustão em nosso sistema é completa e efetuada em alta temperatura (câmara de combustão controlada acima de 1050 graus centigrados) com uso estequiométrico de ar de combustão, e passa a emitir durante sua combustão gases muito abaixo dos limites legais conforme as Normas ambientais. E posteriormente reaproveita-se o calor diminuindo a expansão dos gases e consequentemente o volume destes gases.

– Ressaltando que as análises de emissões atmosféricas nos equipamentos operacionais e licenciados ambientalmente estão dentro e bem abaixo do limite especificado nas Normas Brasileiras e Europeias.

SISTEMA DE MÓDULOS DISPONÍVEIS

– Sistema automatizado de controle, uso e de segurança.

– Monitoramento pode ser executado via internet, on line.

– Módulos auto suportados e de fácil mobilidade, prontos para serem instalados em horas.

– Sistema automatizado de alimentação da energia elétrica produzida diretamente injetada na rede, on grid

– Calor produzido na geração de energia reaproveitado integralmente no sistema tradicional existente na empresa.

TAMANHOS DE MÓDULOS DISPONÍVEIS
Módulos que podem ser acoplados e multiplicar a produção
Modelo SÍLEX Potência em kWh Área utilizada em mm
TS 25 25 1000X1500X1000
TS 60 60 1000X1500X1000
TS 200 200 1000X1500X1500
TS 400 400 2000X1500X1500
TS 1000 1000 2500X2000X1500
EQUIPAMENTOS QUE COMPÕEM A UNIDADE SOBRE SKID

– turbina e gerador de energia

– painel elétrico automático

– painel de integração do sistema tradicional com o sistema de geração elétrico

– sistema de controle eletrônico on grid ou off grid

– sistema de monitoramento on line via internet